super feriado: feriado do “meio do outono” + “dia nacional”

Padrão

Neste ano, o feriado do meio-do-outono (Mid-Autumn Festival/Mooncake festival/中秋节-zhōngqiū jié) e o feriado Nacional China (国庆节-guóqìng jié ) caíram na sequência. Em anos passados, adorávamos sair pela noite em Hangzhou, ir a uma casa de chá afastada da cidade com amigos e ficar apreciando a grande Lua (esse é o dia em que a Lua está mais próxima da Terra), é um dos meus feriados chineses favoritos. No feriado nacional se comemora a fundação da nova China pelo MaoZeDong em 1945, e como o Ano Novo Chinês, também é considerado como “golden week” , pois praticamente temos uma semana de feriado.

Ao contrário do Ano Novo Chinês (Spring festival), em que a maior parte dos chineses volta para suas casas pois querem passar as festividades com a família, na golden-week do Dia Nacional, os chineses passeiam…agora imaginem o caos que fica…a regra é 1. ficar onde está e descansar ou 2.passear fora da China. Optamos pela segunda opção…

visita a Grande Fila da China

visita a Grande Fila da China

nem o paraíso de Sanya escapou…

marcas chinesas: sabonete “bee & flower”

Padrão

marca: Bee & Flower Soap

produto: 蜂花香皂 – fēng huā tán xiāng zào (Bee&Flower Sandalwood Soap) / cerca de RMB 6,00 – 125g

Lembro-me que quando era pequena, meu pai trazia esse sabonete de alguma viagens e eu ficava encantada com a delicadeza da embalagem desse sabonete. Minha mãe também o colocava em algumas gavetas de roupas, como um sachet pois a suave fragância passa pelo papel.  Quando encontrei novamente o “Bee & Flower” em um supermercado em Shanghai veio imediatamente essa recordação e cheirinho de infância.

Hoje é produzido pela Shanghai Huayin Commodity (1985) mas o sabonete Bee&Flower já está no mercado a mais tempo. Não consegui encontrar a data correta. Disponível em 4 fragâncias: Sândalo (o mais tradicional), Ginseng, Rosas, Jasmim.

O charme está na embalagem: papel impresso com motivos de flores orientais e abelhinhas, com rótulo em Chinês e Inglês. Em volta da embalagem tem um pequena introdução do produto em chinês, inglês, francês e espanhol em papel branco e selo em relevo dourado.

marcas chinesas: um grande caminho pela frente

Padrão

Pense numa marca de Miojo chinês (nope, “Nissin” é japonês), e tênis? roupa? bebida? celular? “Samsung”? Nope, coreana…Marca de raquete de ping-pong? Butterfly…japonesa, pois é.

Tirando os amigos brasileiros que já vieram a China e nunca esquecerão como pedir cerveja “Tsingtao”, ainda é difícil para os ocidentais reconhecerem alguma marca chinesa como “top of mind” (aquela que é a mais lembrada pela maior parte das pessoas em  relação a um determinado segmento, por exemplo, Yogurte, Danone / Sorvete, Kibon / Refrigerante, Coca-Cola / Sabão em Pó, Omo e assim por diante).

“Lenovo” (computadores) e “Chery” (automóveis) são as marcas chinesas mais conhecidas internacionalmente, inclusive no mercado brasileiro. No Brasil, marcas como “Haier, Midea (eletrodomésticos) e Huawei(tecnologia da informação) estão ganhando seu espaço. Mas os desafios ainda são muito, abrindo muitas oportunidades para marketeiros e publicitários.

Aqui na China, o aumento da concorrência de produtos importados e a entrada massiva de marcas internacionais, vem pressionando as marcas locais para se reinventarem e usarem ferramentas de marketing mais modernas e criativas para não só sobreviverem como também se destacarem no mercado.

Além da série “direto da gôndola” e “desafio de mercado”, vou também falar bem informalmente de algumas dessas marcas chinesas, xangainesas, etc. Muitas delas continuam muito populares entre os chineses, outras tem potencial para alcançar mercados mais distantes, outras considero um pouco bizarras para chegar a sair da China rs…vai ser uma descoberta para mim também.

evento pbc: “intercâmbio – sino – luso brasileiro”

Padrão

O grupo do PBC – “Profissionais Brasileiros na China” foi fundado em Fevereiro de 2011 e desde então tem ganhado a simpatia dos profissionais brasileiros no território chinês. Já organizou várias palestras e eventos de networking na China, não só em Pequim mas também em Xangai.

No próximo dia 13 de setembro o PBC irá realizar uma palestra com o tema:”Intercâmbio sino-luso brasileiro” ( Convite Evento PBC Shanghai _ Setembro 13 (1).) Ivan irá participar como mediador desse interessante evento. Com certeza estarei lá para prestigiar!

O link do site do PBC é: http://www.pbc-china.com/

Dia 13/07: fotos do evento (por Lucy Landaeta): http://www.lucylandaetaphotography.com/pcb-intercambio-sino-luso-brasileiro.html

supermercado na mala

Padrão

É sempre assim, toda vez que passo uma temporada no Brasil, não tem como não voltar com a mala cheia de coisas brasileiras. Geralmente tenho permissão para levar 2 malas de 32 quilos cada. Parece muito, e é, mas no final sempre tenho que deixar coisas para trás. No decorrer desses anos de idas e voltas da China para o Brasil e vice versa, já não sei dizer se estou indo, voltando, se minha casa é aqui ou lá, é uma pequena confusão, mas nunca deixo de aproveitar de levar ou trazer o que é permitido, aproveito mesmo.

O que mais pesa são os livros. Dessa vez trouxe 12 no total.

mini exposição de artesanato brasileiro

Sempre trago do Brasil, alguns presentinhos para os amigos estrangeiros. No começo trazia muitas coisas de pedras (cinzeros, caixinhas), os chineses realmente gostam mas por outro lado pesa muito na mala. Eles também gostam de coisas tradicionais como artesanatos coloridos, rendas, nada de brincos ou havainnas. E goiabada e pão de queijo também agrada. Já para os estrangeiros, as havaiannas sempre caem bem assim como cangas, artesanto indígena, colares, café, e bebidas. Ás vezes trago alguma encomenda para amigos (soro, remédio para criança, roupas de estimação). Também trago umas guluseimas para compartilhar com os brazucas daqui como chocolates, farofa, farinha, suco concentrado de maracujá para fazer mousse, goiabada, pão de queijo etc…

mini seleção de produtos brasileiros

Algumas coisas é para quando a saudade apertar como manteiga aviação, requeijão, queijo de  coalho e o sempre amado catupiry para o Ivan (levo tudo em uma sacolinha térmica, até hoje não tive problemas). Dessa vez até trouxe um pouco da farofa vegetariana que minha mãe faz, uma delícia!

Fiz uma lista brasil das coisas que trouxe dessa vez, realmente é muita coisa, mas é sempre bom ter um saborzinho brasileiro em terras distântes…

ah, e como passei por Dubai, trouxe também tâmaras e pistache, adoramos!

 

 

 

china teen

Padrão

Nosso afilhado de 15 anos veio passar as férias conosco. Ele veio do Brasil com parada em Dubai, viajando sozinho! (Dinda coruja ficou orgulhosa). O Rafa é um rapaz inteligente, com um senso de humor afiado como o pai dele, e que ADORA jogar tênis de mesa.(nota: não posso falar “pingue-pongue” que ele fica bravo) e, para os amantes do tênis de mesa, nada mais bacana do que vir para a China jogar com os chineses.

Antes dele chegar fiz uma rápida pesquisa das atividades mais adequadas para adolescentes em Shanghai,  conversei com as amigas-mães da comunidade brasileira, procurei professores e locais para praticar tênis de mesa e montei nossa programação oriental.

Meu trabalho é um pouco mais flexível que o do Ivan, mas mesmo assim não poderia parar de trabalhar para acompanhá-lo o tempo todo. A solução foi colocá-lo na aula de mandarim para adolescentes, todos os dias, no período da manhã durante 2 semanas. A tarde fiquei livre para ir com ele nas aulas de tênis de mesa (que da até gosto de ver ele jogando de igual para igual com os chineses) e fazer algum passeio ou viagem. Estamos curtindo nossa programação teen.

revendo amigos distantes

Padrão

Junho foi bem corrido e divertido para nós. Recebemos a visita de três grandes amigos: Julie, Aurelian (casal de franceses) e da Ali (americana).

o “Aurelio” organizou uma viagem surpresa para comemorar o aniversário de 30 anos da Julie. A Julie é simplesmente APAIXONADA pela China, em especial por Hangzhou. Sério, nunca vi alguém que gostasse tanto da China como ela, chegou até a chorar de alegria por estar na China (ela se emocionou ao ouvir  a musiquinha do caminhão de lixo!!rs). Eles vieram apenas por 3 dias (isso mesmo, bate e volta pra China), e foram diretamente para Hangzhou. Eu e Ivan fomos para Hangzhou encontrar os franceses (que junto com um casal de cubanos faziam parte da nossa família em Hangzhou de 2004-2009). Comemos muitas comidas chinesas diferentes, fomos ao cabeleleiros todos juntos (muito engraçado), ao night market, ao lago Xihu e não dormimos no dia/noite da festa de aniversário (que começou no tepanhaki, continuou  em um bar-caraoquê de um amigo chinês com direito a dois bolos, brigadeiro, beijinho, papel picado e outra quinquilharias de festas, deu uma paradinha no Reggae Bar, se extendeu para em uma danceteria e  que acabou em um restaurante chinês de rua para tomarmos café da manhã de xiaolongbao). Haja energia e engov, mas a felicidade era tanta que queríamos aproveitar o máximo do tempo com nossos amigos franceses.

Dois dias depois do franceses, a Ali, uma querida amiga americana estava vindo da Tailândia e resolveu fazer um pitstop de 12 horas em Shanghai. Nós trabalhamos juntas na Expo e depois no Amazing Race – China Rush. Do aeroporto fomos direto a casa da Anna (amiga chinesa) jantar. O jantar estava simplesmente maravilhoso! Depois fomos para minha casa onde a Lu, o Gil e a fofa Giovanna (amigos músicos cariocas super alto-altral) estavam nos esperando com o Ivan. Conversamos muito, trocamos presentinhos, dormimos 3 horinhas e de manhã ela voltou para NY.

Três dias depois…meu afilhado de 15 anos chegou em Shanghai para passar as férias conosco. Delícia recebê-lo aqui! E daqui a pouco estarei no Brasil novamente.

Junho foi uma correria bem gostosa! Adoramos receber visitas por aqui!! Quem se anima para vir?

Este slideshow necessita de JavaScript.